X
Fale Conosco
Whatsapp
E-mail
Clique aqui
Clique aqui
Erros e acertos no planejamento na construção civil

Segundo matéria da Revista Exame em 2015, apenas 20% do total do tempo de obra é dedicado ao planejamento. Em países como Japão e Alemanha, por exemplo, esse tempo passa para 40% e 50%. E como é de conhecimento geral a qualidade da construção civil destes países, serve como exemplo para o mundo inteiro.

Infelizmente, a realidade é que obras possuem vários desafios e imprevistos, por mais indesejado que seja, acontece. Para evitá-los, é necessário realizar o planejamento com atenção máxima para que erros de maiores proporções não aconteçam.

·        Não fazer o projeto

É comum encontrar construções que só têm projetos arquitetônicos. Apenas a materialização da ideia de como será a obra. Ela pode sair linda e maravilhosa, mas se não possuir todos os projetos de obra (que estão logo abaixo), é bem provável que irá render boas dores de cabeça no futuro.

Aliás, é necessário ter em mãos o famoso “as built”, que consiste em um documento que possui todas as informações de como o empreendimento realmente foi construído.

Não realizar o projeto de maneira correta, além de pular as etapas da construção civil, pode ser considerado uma grande irresponsabilidade.

Lembrando que os projetos principais a serem realizados são:

  • Projeto de aprovação legal;
  • Projeto de arquitetura;
  • Projeto de fundações;
  • Projeto estrutural;
  • Projeto de hidráulica ou projeto hidrossanitário;
  • Projeto elétrico ou projeto de instalações elétricas;

Agora, existem outras edificações mais complexas que precisam de outros projetos como:

  • Projeto urbanístico;
  • Projeto de terraplenagem;
  • Projeto de pavimentação;
  • Projeto de formas (para concretagem);
  • Projeto de impermeabilização;
  • Projeto de instalações elétricas e telefônicas;
  • Projeto de instalações de gás;
  • Projeto de instalações de incêndio;
  • Projeto de exaustão;
  • Projeto de pressurização;
  • Projeto de ar condicionado;
  • Projeto de reaproveitamento de águas pluviais;
  • Projeto de coleta e tratamento de esgoto;
  • Projeto de automação predial;
  • Projeto de detecção e alarme;
  • Projeto de segurança patrimonial e CFTV (Circuito Fechado de Televisão);
  • Projeto de acústica;
  • Projeto de iluminação ou luminotécnica;
  • Projeto de paisagismo;
  • Projeto de decoração;
  • Projeto de estacionamento;
  • Projeto de sinalização.

São muitos projetos não é mesmo? E isso nos leva a outro erro que pode tornar a obra desastrosa.

·        Não planejar o orçamento

Na verdade, obras sem planejamento e orçamento não costumam ter uma previsão, e sim um suposição de valor. É importante se basear nos projetos na hora de realizar a estimativa de preços, assim como uma organização das etapas da obra.

Para elaborar um bom orçamento, o profissional responsável deve saber, dentre outras coisas, quais são os materiais necessários, calcular a taxa de perda para cada um deles, conhecer o CUB (Custo Unitário Básico) do Estado em que a obra está localizada, calcular o custo com a mão de obra e fazer incontáveis pesquisas de preço de equipamentos como aluguel de guindauto ou a locação de caminhão munck, por exemplo, matérias-primas e serviços terceirizados necessários. Assim, você evita comprar materiais a mais ou a menos e poderá até conseguir um preço melhor.

Perceba que citando dois processos comuns, é possível evitar MUITOS erros durante a obra civil. Muitas obras, por exemplo, são feitos no máximo dois projetos, a fim de gastar menos. Mas, na verdade é uma grande negligência por parte dos responsáveis da obra.

Locação Caminhão Munck em Curitiba

A Empilhacar é referência no serviço de Locação Caminhão Munck em Curitiba e, desde 1990, atua com todo o conhecimento adquirido na manutenção e assistência técnica de máquinas empilhadeiras.

Nosso objetivo é oferecer soluções que fortaleçam os processos de produção e reduzam gastos operacionais.

Você pode conferir todos os nossos serviços em nosso site ou ligar (41) 3286-6239 ou (41) 98855-8042.